domingo, 19 de agosto de 2012

PANORAMA CURITIBANO

O Paraná iniciou o século XX em um contexto histórico-social particular, cuja elite local de famílias tradicionais e os imigrantes, mantinham um processo de integração em vários setores da sociedade. Na capital Curitiba a imigração fez a população triplicarem menos de 20 anos. Entre 1890 e 1914 chegara 55.000 imigrantese a corrente imigrtória majoriatária foi a polonesa.


Na década de 1920, surge o Movimento Paranista voltado para a construção da identidade regional, além de movimentos artísticos marcados pelos salões de arte, pelo café Belas Artes pelos saraus no Clube Curitibano, entre poetas, escritores e artistas paranaenses. Em 1924, a Rádio Clube Paranaense PRB-2 já transmitia jogos de futebol, musicais, noticiários e o radioteatro.
No plano artístico, as sociedades e os clubes transformaram-se nos principais centros de encontros entre músicos, compositores e instrumentistas. Companhias artísticas visitavam a cidade e eram constituídas de atores e músicos, muitos deles consolidaram a formação de talentos musicais nascentes em nosso meio artístico. Também os conservatórios de música foram criados e os teatros mantinham espetáculos frequentes, geralmente com artistas e músicos do interior do estado, de outras regiões do Brasil e também do exterior.


A vida teatral da cidade estava situada na região mais central. Na rua Dr. Muricy ficava o teatro municipal, o Guaira. Na rua XV de Novembro, ficavam lojas, repartições públicas, redações de jornais e o clube social mais elegante - o Club Curitibano e vários cine-teatros: o Elegante, o Mignon, o Central, o Palácio contracendo com o trânsito entre pessoas, carroças carregadas de produtos, bondes elétricos e os primeiros carros.


A partir dos anos 1920, diversos clubes passaram a organizar bailes na cidade, entre eles, o Clube Curitibano, o Concórdia, o Clube Rio Branco, O Clube Duque de Caxias, o Clube Thalia e o Graciosa Country Club, a Sociedade Polonesa Tadeu Kosciuszko, a Sociedade Síria Parananense, a sociedade Garibaldi, os clubes desportivos com o Coritiba Foot Ball Club, o Clube Atlético e o Selecto. Nos Clubes existiam grêmios de jovens, promovendo encontros artísticos, festas e saraus, os mais atuantes foram o Grêmio da Violetas, o Grêmio do Bouquet. Estes grêmios agitavam festas como o Carnaval nos clubes que geralmente eram embalados por orquestras, regionais e jazz bands. 


5 comentários:

  1. O resgate da história cultural de uma cidade faz com que as gerações conheçam um pouco de seu próprio passado.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Ola! Curitiba manteve um circuito artístico intenso na primeira metade doesec XX, o teatro musicado,as operetas, o Valdeville etc... fizeram parte deste panorama, principalmente no palco do Teatro Hauer e Mignon.
      Giller

      Excluir
  3. Maravilha!

    Você podem postar algo sobre o teatro musicado desta época?

    Trojan.

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a pesquisa, fiquei imaginando as noites curitibanos nesta época... Nossos avós curtindo as baladas.

    ResponderExcluir